background img

The New Stuff

Justiça arquiva processo de discriminação racial no clipe "Kong" de Alexandre Pires


Ministério Público arquivou processo sobre clipe "Kong"
O Ministério Público Federal em Uberlândia (MG) arquivou o procedimento que investigava suposta ocorrência de discriminação racial e sexista no videoclipe da música "Kong", de Alexandre Pires.

No vídeo, que tem participações do jogador Neymar e de Mr. Catra, gorilas saem da selva e invadem uma festa à beira da piscina.
“A despeito de se reconhecer a utilização da figura do macaco como expressão preconceituosa em relação à população negra, não se avista, no presente caso, essa intenção”, afirmou o procurador da República Frederico Pellucci, que investigou o caso.

O procedimento havia sido instaurado a partir de representação encaminhada ao Ministério Público Federal pela Ouvidoria Nacional da Igualdade Racial, órgão da Presidência da República. Com informações Ego.

Postar um comentário

Postagens populares